ESPAÇOS DESCOBERTOS: VIVER É CIRCULAR

naked spaces

Naked spaces: living is round, 1985, 135’, 16mm.

Espaços descobertos é uma meditação fragmentária sobre os povos e seus espaços de vivência – paisagens, casas, pátios, trajetos – em seis países do Oeste Africano. Por meio da combinação de múltiplos fragmentos sonoros, visuais e textuais, Trinh T. Minh-ha articula relações sempre abertas – ou descobertas – entre a riqueza sensível das comunidades filmadas e os sentidos possíveis de seus mundos e gestos. Composta por reflexões aforísticas cuidadosamente entretecidas às imagens, a narração em off opera em camadas, a fim de expressar pelo menos três pontos de vista distintos: dos povos filmados, do saber ocidental e das observações pessoais da cineasta. Dando continuidade ao seu projeto de renovar esteticamente as relações com outras culturas, a cineasta compõe uma estrutura poética na qual os elementos presentes nos espaços circundam os indivíduos observados e se prolongam ao seu redor. Assim, alcança-se uma consciência única do som, da música e dos ruídos do ambiente, permitindo ao público o contato com outras culturas pelo estímulo constante dos sentidos, em detrimento do racionalismo.